Palato realiza degustação harmonizada de vinhos portugueses

A arte de combinar um bom vinho com um cardápio diferenciado já virou marca registrada na programação do Palato. Para abrir seu calendário 2015 de eventos enogastronômicos, o Palato Farol traz de volta à cidade no próximo dia 30 de abril a premiada vinícola portuguesa Cortes de Cima, que, desta vez, fará a apresentação de sua linha Premium de vinhos.

Convidado para comandar o encontro, o diretor de enologia da Cortes de Cima, Hamilton Reis, apresentará as criações de vinhos intensos, encorpados e elegantes da vinícola que garantem a harmonia ideal aos sabores fortes das novas correntes gastronômicas.

Para garantir uma experiência diferente de degustação para os seus clientes, o Palato montou um cardápio português exclusivamente selecionado em harmonia com os vinhos Chaminé Branco, Chaminé Tinto, Cortes de Cima Tinto, Hans Christian Andersen e Petit Verdot. De entrada será servido o caldo verde com crocante de Parma; como prato principal o bacalhau a lagareiro; e, de sobremesa, um delicioso pudim de toucinho do céu.

“O mercado de vinhos ganhou um público expressivo e nossa proposta é ampliar ainda mais a programação enogastrômica que realizamos ao longo do ano passado”, revela a gerente de marketing do Palato, Noah Verde. “Será uma noite diferenciada que promete agradar aos mais diferentes e exigentes paladares”, destaca.

As vagas são limitadas e custam, por pessoa, R$110 (nas mesas a partir de quatro lugares) e R$130 (nas mesas para dois lugares). As entradas estão à venda no Palato Casa das unidades Ponta Verde e Farol.

 

Sobre os rótulos que serão degustados:

– Chaminé Branco: Apresenta exuberantes notas herbáceas com uma acidez viva no final. Um lote de castas locais e internacionais, proveniente da vinha na fresca costa atlântica alentejana.

-Chaminé Tinto: Sumarento, maduro e fácil de beber, o vinho mais popular da vinícola é melhor ser bebido jovem, mas melhora com um curto período na garrafeira. Composto pelas castas Aragonez e Syrah.

-Cortes de Cima Tinto: Mais emblemático vinho da casa, encorpado, com taninos maduros e sólidos. Composto pelas castas Syrah, Aragonez, Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon, Petit Verdot.

-Hans Christian Andersen:. Composto de 100% Syrah, é elegante, com um final suave e longo. Edição de comemoração especial do bicentenário do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen.

-Petit Verdot: Uma das variedades nobres de Bordéus. Concentrado e intenso, composto de taninos poderosos e complexidade aromática com acidez natural refrescante.

 

Sobre a Cortes de Cima

Considerada uma das principais e mais diferentes vinícolas do Alentejo, a Cortes de Cima é uma propriedade familiar localizada a 8 km da Vidigueira. Reconhecida por seus vinhos encorpados, repletos de aromas frutados e equilibrados por taninos suaves e maduros, notabilizou-se também por rejeitar o sistema de denominação de origem controlada (regulação DOC) da região e utilizar em sua produção uvas que não fazem parte da “lista oficial”, sempre com técnicas e tecnologias do “Novo Mundo”..

Sobre Hamilton Reis

Natural do Porto, em 1998 terminou o curso de Engenharia Técnica de Produção Agrícola na Escola Superior de Agrária de Beja. A licenciatura em Microbiologia em 2005 e em 2009 a pós-graduação em Viticultura e Enologia, ambas na Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa.

O primeiro contato com o mundo profissional do vinho ocorreu no ano de 1999, sendo responsável no departamento de prova, compra e venda de vinhos numa empresa de distribuição no Norte do país. Em 2004 inicia a atividade profissional na produção, tendo realizado diversas vindimas em Portugal e internacionais. Em 2006 entra nos quadros de Enologia das Cortes de Cima, em 2008 assume a direção de Enologia da empresa, cargo que desempenha até aos dias de hoje.

Palato - Cortes de Cima

Anúncios

Categorias: notícias de nossos clientes

Siga a a+mais

Acompanhe as mais recentes notícias de nossos clientes.

%d blogueiros gostam disto: